Buscar
  • DBO Consultoria

O QUE É A TERMOGRAFIA EM PAINÉIS ELÉTRICOS?



A Importância da Realização da Termografia


Atualmente são utilizadas inúmeras técnicas para realizar manutenções preventivas e preditivas para garantir o funcionamento de máquinas e equipamentos que são de suma importância para a produção de uma indústria ou empresa. Os métodos utilizados também são aplicados em equipamentos específicos, como quadros elétricos, que necessitam ter o seu funcionamento garantindo.


Um dos métodos mais eficientes aplicados é a termografia para painel elétrico.


A termografia para painel elétrico é uma técnica de registro que permite o mapeamento das condições do painel elétrico conforme a emissão da radiação infravermelha. A radiação infravermelha emitida é invisível a olho nu, portanto é fundamental a utilização de uma câmera especial no processo. Essa câmera é conhecida como termovisor e para cada tipo de operação é indicado um equipamento diferente, que é basicamente definido de acordo com a resolução e temperatura requerida. O termovisor torna as imagens infravermelhas visíveis ao olho humano.


Desta forma, a termografia em painel elétrico permite que sejam identificados possíveis problemas que possam ocorrer, através da radiação infravermelha emitida.


A termografia painel elétrico pode ser considerado um dos processos mais importantes, eficientes, precisos e seguros para manutenção preditiva. Alguns dos problemas mais identificados em painéis elétricos podem ser causados por baixa tensão nas fases, problemas na entrega de energia, defeito de isolamento em cabos, falha no dimensionamento de cargas na instalação elétrica.


Além de a termografia para painel elétrico tratar-se de um tipo de inspeção não destrutiva, ela ainda oferece benefícios como:

  • Diminuição de riscos de explosões;

  • Redução de custos;

  • Maior segurança;

  • Otimização de desempenho, entre outros.


A aplicação da termografia para painel elétrico em um sistema de manutenção preditiva auxilia a evitar falhas nos componentes elétricos, garantindo o funcionamento contínuo do quadro elétrico no local.


ATENDIMENTO A LEGISLAÇÃO


Para o desenvolvimento de um relatório de inspeção termográfica, faz-se necessária a observação de alguns itens, desde o conhecimento acadêmico e aplicação das normas existentes até o desenvolvimento final do produto (relatório de anomalias).

Para o desenvolvimento desse relatório, devemos ter como ponto de partida a aplicação das normas brasileiras e, se necessário, as normas internacionais.

Dentre elas, podemos citar:


• ABNT NBR 15572:2013 – Ensaios não destrutivos – Termografia por infravermelha – Guia para inspeção de equipamentos elétricos e mecânico;

• ABNT NBR 15424:2006 – Ensaios não destrutivos – Termografia – Terminologia;

• ABNT NBR 15763:2009 – Ensaios não destrutivos – Termografia – Critérios de definição de periodicidade de inspeção em sistemas elétricos de potência;

• ABNT NBR 15866:2010 – Ensaio não destrutivo – Termografia – Metodologia de avaliação de temperatura de trabalho de equipamentos em sistemas elétricos;

• ABNT NBR 15718:2009 – Ensaio não destrutivo – Termografia – Guia para verificação de termovisores.

Ainda devem ser consideradas as práticas reconhecidas internacionais como:

• Infraspection Institute – Standard for Infrared Inspection of Electrical Systems & Rotating Equipment;

• Entre outras do International Training Center (ITC).


A DBO Consultoria conta com uma equipe de Profissionais altamente qualificados para garantir a execução de todos os serviços de forma segura e adequada.


A DBO utiliza equipamentos de alta qualidade para garantir a execução de todos os serviços de forma eficiente.


A DBO oferece essa solução e muito mais!

FONTES:

https://www.krasinspecao.com.br/blog/termografa-painel-eletrico/

http://www.osetoreletrico.com.br/wp-content/uploads/2014/08/ed-102_Fasciculo_Cap-VII-Inspecao-de-instalacoes-eletricas.pdf

167 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo